CINEBELEN – ESPECIAL DE FERIADO

    Neste feriado o Cinebelen esteve aberto aos escorvaneses e autoridades presentes no país.

    O projeto  apresentou no dia 11 de setembro os filmes Amor além da vida e Qu'est-ce qu'on a fait au Bon Dieu?.

    [ CINEBELEN – ESPECIAL DE FERIADO ]

    Amor além da Vida

    Ano : 1998
    Gênero: Romance
    País: EUA
    Duração: 113 Minutos
    Direção: Vincent Ward
    Elenco principal: Robbin Williams, Annabella Sciorra, Cuba Gooding, Rosalind Chao e outros.

    SINOPSE

    Chris e Annie Nielsen são muito felizes, até seus dois filhos morrerem em um acidente. Com muito custo, eles superam o desespero, porém, quando Chris também morre em um acidente quatro anos mais tarde, Annie não aguenta e se suicida. Ele acorda no Paraíso e é avisado de que o espírito dela está aprisionado e só poderá ser libertado se ele fizer uma perigosa jornada para encontrá-la.

    Assista o filme completo em:
    https://filmesonline.online/roma…/5582-amor-alm-da-vida.html

    Qu'est-ce qu'on a fait au Bon Dieu?
    Que Mal Eu Fiz a Deus?

    SINOPSE

    Claude (Christian Clavier) e Marie Verneuil (Chantal Lauby) são um casal católico e conservador, que tem quatro filhas. Portanto, não é de se surpreender que fiquem... incomodados quando a primeira delas se casa com um argelino muçulmano; até que a segunda sobe ao altar com um judeu; e a terceira contrai matrimônio com um chinês. Mas resta uma esperança (afinal, são quatro moças). Até que a caçula, Laure (Elodie Fontan), finalmente se enamora de um católico (ufa!)... negro (isso ainda é uma questão?), vivido pelo ator Noom Diawara.
    Lançada em 2014 na França, a comédia já entrou para história daquele país como uma das maiores bilheterias do cinema nacional, levando mais de 12 milhões de pessoas para as salas de cinema.

    Direção: Philippe de Chauveron
    Música composta por: Marc Chouarain
    Produção: Romain Rojtman
    Direção de elenco: Marie-France Miche

    Assista o filme completo:
    https://filmesonline.online/video-2/7607/

    O projeto Cinebelen faz parte de um trabalho cultural do governo de Sua Excelência Alya Al Feres e semanalmente apresenta filmes aos escorvaneses. Vale lembrar que todos podem ser assistidos ou baixados por links fornecidos.

    Fonte: https://jornalhussein.blogspot.com/

    Leia mais...

    II CONFERÊNCIA DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS: ABERTURA DO ENCONTRO EM TERRANOVA

    Os cidadãos e lideres das micronações mais ativas na atualidade estiveram reunidos em Metrópolis (Principado Aristocrático de Terranova) na II Conferência de Relações Internacionais da União das Nações Micronacionais UNAM.

    Os temas foram apresentados em uma programação que focava os assuntos  em diferenciados dias na semana, tornando o encontro inédito na lusofonia.

    Jornal Al Hussein apresentou naquele primeiro momento a manifestação das autoridades de Terranova.

    4/9 - Abertura da II Conferência – Sua Alteza Sereníssima Tywin de Terranova

    “Tudo vai bem no nosso hobby quando efetivamente nos dispomos a sentar e conversar abertamente, com franqueza e com respeito, entre nós. Se deixarmos nossas vaidades pessoais e nossas arrogâncias fora da sala de debates, não será a garantia de que nossos interesses prosperarão, mas será o sinal de nossa boa-vontade para sentar, ouvir, falar, dialogar e negociar, o que são os primeiros passos para que algo de bom aconteça.

    Terranova é hoje um dos mais novos projetos micronacionais em funcionamento, estamos chegando apenas agora ao nosso nono mês de funcionamento, e muitas de nossas instituições ainda não foram criadas ou não funcionam plenamente. Somos 12 cidadãos, alguns mais ativos e outros um pouco menos, como ocorre na maioria das chamadas micronações sérias, e ainda temos uma infinidade de postos e funções a serem ocupados por aqueles que estejam disponíveis. Mesmo assim, durante a elaboração totalmente diplomática de nossa Carta Constitucional, nós já mantivemos um órgão de estado completo e responsável pelas nossas atividade diplomáticas, o qual funciona até hoje e serve de exemplo para muitas outras nações....

    Enfim, caros amigos.

    Em Terranova a diplomacia é uma política de estado levada com a máxima seriedade, que respeita de forma intransigente acordos e tratados internacionais, ou mesmo costumes e tradições diplomáticas micronacionais não formalizadas mas que definem aquilo que podemos chamar de boas-práticas na diplomacia micronacional. E não fazemos isso por vaidade, mas por compromisso e por respeito a todos os demais projetos micronacionais, porque acreditamos que um bom relacionamento na diplomacia demonstra a seriedade do projeto e o caráter de seus líderes.

    Infelizmente, nos últimos anos, apesar de chegada de novos micronacionalistas, temos assistido ao surgimento de um sem número de micronações nanicas e que nada acrescentam ao nosso hobby como um todo, projetos que não possuem sequer uma Constituição ou leis satisfatórias e cujos governantes são inaptos a formular uma pequena nota diplomática. Uma olhada na história micronacional provará que isso não é novidade de nossos dias, o que é incomum é a total falta de atitude das micronações mais tradicionais no combate a essas práticas que maculam o micronacionalismo lusófono perante as outras fonias. Obviamente desejamos o crescimento de nosso hobby, mas de forma madura, séria, sustentável e, acima de tudo, fiel ao legado histórico do micronacionalismo lusófono.

    Ainda hoje, recebi com grande espanto a notícia de que a CFM - Confederação de Futebol Micronacional não possui uma política séria e eficiente de combate aos paples e que, provavelmente, uma grande parte dos times existentes pertencem a meia dúzia de pessoas, sendo que algumas chegam a possuir quatro times! Pasmem, senhores, é possível formar um campeonato nacional, com quatro times diferentes e sua micronação ser uma one-man-nation. Pessoalmente, acredito tratar-se de ingenuidade na formação da Confederação e que os erros ainda podem ser corrigidos, mesmo assim, fatos como estes lançam à lama a imagem de nosso hobby.

    Espero que esta reunião seja um espaço para debater as sérias questões que afetam o micromundo na atualidade e que todos venham com o espírito aberto para ouvir e ser ouvido. E que ao final destes dias, este novo Centro de Convenções e Sala de Concertos que inauguramos com este primeiro evento, e que denominamos de Salão Nacional de Terranova, tenha servido de templo sagrado da alta diplomacia e das relações exteriores.

    Sejam todos e todas bem-vindos e aproveitem a estada em Terranova!
    Skaal!"

    Sua Alteza Sereníssima o Príncipe Tywin I Fitzgerald.
    Príncipe Regente de Terranova.

    4/9 – Lorde Fellow Darcy – Secretário de Estado (Terranova)

    “Sem dúvida alguma, hoje o Principado Aristocrático de Terranova alegra-se por sediar a IIª Conferência de Relações Exteriores da UNAM. Um momento que se cria um espaço fecundo para aproximação e o debate de temas relacionados ao micronacionalismo.
    Agradeço a todos que estiveram implicados na preparação e desenvolvimento deste evento. Em nome da Secretaria de Estado de Terranova, dou as boas-vindas a todos e espero que estes dias de trabalhos e atividades micronacionais sejam para o crescimento do espirito micronacionalista lusófono.

    Mais uma vez, toda a Terranova alegra-se em tê-los aqui em nosso meio. Com isso, convidamos todos para visitar os pontos turísticos de Terranova e também conhecer o nosso fórum e as nossas atividades.

    Saudações! Skaall!”

    4/9 – Lorde Ander Batland – Ministro dos Esportes (Terranova)

    “Bom dia prezados, é um prazer poder participar deste grande evento. Vejo que o micronacionalismo tem caminhado a passos largos ultimamente e fico feliz em poder fazer parte desta crescente. Porém como todos sabem assumi a presidência da CFM este mês com muita alegria e vontade de atrair cada vez mais o público micronacional...”

    5/9 – Senhor Björn Fitzfellow – (Tutor do Instituto Geográfico Nacional de Terranova)

    "Sou Björn Fitzfellow, da Casa Waldorf Darcy e também sou o Tutor do IGN-TN (Instituto Geográfico Nacional de Terranova) e em nome do Instituto dou as boas-vindas a todos os Congressistas. Fico muito feliz por este evento da UNAM aquí em Terranova.

    Espero que todos sintam a vontade e que este Congresso alcance os seus objetivos.
    Sejam todos bem-vindos!"

    5/9 – Sua Excelência Henrike Lothbrok (Chanceler de Terranova)

    “Sou Henrike Lothbrok e estou Chanceler de Terranova. É com muita alegria e seriedade que recebemos e participamos como sede desta II Conferência de Relações Internacionais a fim de dialogarmos essas relações entre povos e fortalecermos ainda mais micronacionalismo. Certos de que está conferência contribuirá para o fortalecimento de redes, a colaboração entre os povos e os intercâmbios culturais, desejo a todos nós, uma ótima conferência e me coloco a inteira disposição de todos.”

    No dia 9 de setembro um chat no Messenger foi aberto e mais de 15 micronacionalistas estiveram presentes, o objetivo foi confraternização e dialogo para novas relações internacionais.

    Notamos presença de cidadãos do Reino Semita da Escorvânia, Sacro Reino de Piratiní, Principado Aristocrático de Terranova, Reino de Gastón, Reino Unido de Afrikanda e Brigância, Reino do Barin e Venezolívia.

    II Conferência de Relações Internacionais: Participação escorvanesa  

    Sua Majestade o Kfah Abbas I dos escorvaneses e Secretário-Geral da UNAM agradeceu nesta abertura da II Conferência Internacional todos os envolvidos, segue o conteúdo na integra.

    "É com alegria que participo desta II Conferência de Relações Internacionais para dialogarmos pacificamente e fazermos de fato o verdadeiro micronacionalismo.

    O Principado de Terranova sem dúvidas foi escolhido por ter capacidade de receber um evento desta magnitude, anteriormente todos os membros da UNAM estiveram em Porto Alegre e neste inicio de setembro povos do Oriente e Américas estão reunidos na Europa com objetivos de trocar informações e trabalhar um futuro melhor ao nosso hobby.

    Agradeço o trabalho árduo dos cidadãos de Terranova, Piratiní, Gastón e Escorvânia que acreditam em um micronacionalismo coexistente. Em nossas reuniões provamos que podemos trabalhar em equipe e agregar benefícios aos nossos países.

    Senhores,

    Estamos realizando algo inédito na lusofonia nesta II Conferência, teremos vários assuntos importantes sendo demonstrados por dia, estaremos reunidos em Terranova até o dia nove, buscando cooperação, coexistência e fraternidade aos povos do micromundo.

    Alteza Sereníssima Tywin de Terranova e Nobre Lorde Fellow Darcy,

    Devemos repudiar qualquer ação que tenha como objetivo humilhar ou perseguir outros povos, trabalhando um micronacionalismo humano e solidário. O Reino Semita da Escorvânia acredita no potencial da América e de novos projetos no micromundo, mas também temos conhecimento de que o hobby necessita ser trabalhado com qualidade e devemos cooperar com aqueles que desejam cooperação.

    Majestade Celso de Piratini e Excelência Irina Sopas de Gastón,

    Não devemos esquecer o passado negro que aprisionava nosso hobby, tantas e tantas vezes presenciamos ataques virtuais ferrenhos e xenofóbicos contra novos micronacionalistas, criando um ambiente de medo e preconceito, porém em dois mil e quinze este tipo de crime foi combatido fortemente e lideres na lusofonia levantaram a bandeira dos direitos humanos. Nos dias de hoje ainda necessitamos recordar os novos, pois sua liberdade e sua paz foram conquistadas por projetos que lutaram incansavelmente contra o racismo e intolerância religiosa.

    Alteza Real Elvis de Piratiní e Excelência Renato Miguel de Venezolivia,

    Durante esta Conferência nossa delegação estará participando sobre assuntos como cooperação Internacional, economia e Direitos Humanos, no dia nove estaremos reunidos em um chat no facebook, onde poderemos confraternizar e filosofar sobre o atual cenário micronacional.

    Comunidade Intermicronacional,

    Desejo aos participantes ótimos dias neste maravilhoso evento e que levem aos seus povos mensagens de fraternidade e iluminação recebidas em Terranova.

    No verdadeiro micronacionalismo coexistente!"

    Abbas I
    Kfah do Reino Semita da Escorvânia

    Fonte: https://jornalhussein.blogspot.com/   

    Leia mais...

    FERIADO NA ESCORVÂNIA – DIA DO ZAKAT

    O Feriado “Dia do Zakat” ou  Ações de Graça  foi comemorado na Escorvânia com presença de autoridades e lideres intermicronacionais.

    Este dia é importante ao povo que demonstra sua vontade de colaborar com pessoas que passam dificuldades na vida.

    Este feriado é único na lusofonia e demonstra exemplos positivos que devem ser realizados também fora do hobby.


    11 de setembro – Participação do Centro Cultural Tsara de Umbanda

    Centro Cultural Tsara de Umbanda

    Feriado de 11 de setembro - Conhecendo Zé Pelintra - Direitor: Abu Al Abdallah

    Vamos apresentar o querido Zé Pelintra aos escorvaneses e turistas no país. Muito me orgulha fazer parte de um país laico e coexistente.

    Zé Pelintra

    Existem muitas personagens importantes na linha de Zé Pelintra, porém daremos ênfase no mais antigo entre eles e seu nome foi José de Aguiar Santana.
    Pais: José de Aguiar Phelintra e Maria de Santana.
    Irmãos:
    – Maria de Aguiar Santana. ( Maria Pelintra)
    – Francisco de Aguiar Santana. (Chico Pelintra)
    – Antônio de Aguiar Santana. (Antônio Pelintra ou Caboco Guapindaia)
    Naturalidade: Vila do Cabo de São Augustinho – Pernambuco.
    Morou em:
    – Afogados da Ingazeira.
    – Recife – Rua da Amargura, nome exatamente dado a rua em sua época.

    Não se sabe ao certo a sua data de Nascimento, foi enterrado no extinto cemitério dos Afogados da Ingazeira com 114 anos segundo os antigos e aparições mediúnicas do Mestre Zé Pelintra.

    Em vida foi consagrado dentro da aldeia dos índios Caeté pelo cacique já batizado pelo nome Inácio Gonçalves de Barros, posterior conhecido como Mestre Inácio, o Mestre passou a ser conhecido como o velho Zé Pelintra, fora consagrado a um caboclo cujo qual dava manifestações e fazia curas , por esse motivo em seu Chapéu trás uma Pena em Homenagem ao seu Caboclo.
    Após Zé Pelintra se encantar ou fazer a sua passagem para o mundo dos encantados se manifesta em um médium chamado José Gomes da Silva, na Jurema Sagrada de Caboclo e posteriormente na Umbanda.

    Zé Pelintra ganhou este nome pela influência do sobrenome de seu pai Phelintra, que segundo os relatos dos praticantes da Jurema Sagrada o pai era branco e sua mãe africana.

    Encontramos outras personagens com o nome " Zé Pelintra" que possuem origens do Rio de Janeiro, Bahia, Paraiba e São Paulo. Também temos manifestações tanto na linha de "esquerda" como de "direita" dentro da Umbanda.

    Fonte : Sacerdote Juremeiro Neto

    Dicionário de Umbanda - Direitor: Abu Al Abdallah

    Dentro do Centro de Umbanda possuímos um dicionário particular e conhecido pelos praticantes. Neste feriado apresentarei algumas expressões populares entre os umbandistas.

    Abaçá – Templo, tenda, terreiro de Umbanda.
    Abadá - É o nome dado a uma túnica larga e de mangas compridas, usada nos terreiros pelos homens.
    Abaré-Guassu: Grande trabalho.
    Aiuká - Fundo do mar. Também se diz os domínios de Iemanjá (Rainha do Aiuká).
    Aldeia: Terreiro; Templo; o conjunto de pessoas nele contida (caboclo). Tratando-se de terreiros, esta palavra quer dizer a moradia dos espíritos de caboclos na Aruanda.
    Aparelho - Médium
    Arué - Espírito desencarnado
    Bacuro de pemba - Filho de Santo.
    Balangandã- Enfeites e ornamentos. Podem também ser amuletos.
    Balê - Casa dos Espíritos mortos (desencarnados) ou Cemitério.
    Banda: Lugar de origem de entidade; em qual linhagem está ligado a Entidade.
    Cabeça-feita- Denominação do médium desenvolvido e que já foi cruzado no terreiro, tendo já definido seu Orixá de cabeça. Médium que já passou pelo ritual do amaci.
    Cabeça Maior: Pessoa de alta hierarquia no templo.
    Calunga Grande: mar; oceano.
    Calunga Pequeno: Cemitério.
    Cambono ou Cambone - Auxiliar de Médiuns de Incorporação e o Servidor dos Orixás.
    Canjira - Lugar onde são realizados algumas danças religiosas.
    Canzuá ou Cazuá de Quimbé - Terreiro, casa, tenda espiritual. Templo.
    Chefe de Falange: entidade espiritual muito evoluída.
    Chefe de Terreiro: O mesmo que dirigente espiritual.
    Compadre: Designação para Exu.
    Curimba - Conjunto de instrumentos musicais do terreiro.

    Fonte : Centro Pai João de Angola

    Fonte: https://jornalhussein.blogspot.com/

    Leia mais...

    MOSTRA GEOCULTURAL ESCORVANO-GASTONESA É SUCESSO

    Os escorvano-gastoneses realizaram o maior evento Geocultural das regiões oriental e ibérica.

    Nesta sexta-feira (22) às 19:27 no horário de Gastón o Hotel Hilton Nekane (Nekane) recebeu eventos culturais e musicais de origem semita.

    Hotel Hilton Nekane – Mostra do Reino Semita da Escorvânia

    O instituto Semita escorvanês disponibilizou gratuitamente aos presentes um material que demonstrava dados de cantores do oriente e tradição semita.

    “Este conteúdo deverá estar em breve disponível na maior biblioteca do oriente.” Asher Al Khalil – Secretário do Gabinete Real

    Vamos trazer um pouco do conteúdo em PDF disponibilizado pelo Instituto Semita escorvanês.

    Músicos do Oriente Médio

    Pascale Machaalani

    Pascale nasceu em Jounieh no Líbano e iniciou apresentações ainda criança, o pai morreu antes de ela completar um ano, porém sua mãe acompanhou todo o inicio de sua carreira. Em Zahle Pascale foi coroada “ Rainha da Beleza de Zahle”, quando tinha 13 anos de idade. Em 2010 se casou com o compositor Melhem Abou Chedid e teve filhos.

    Daq Deq

    https://www.youtube.com/watch?v=Inaq6YmMr4A

    Nour el Chames

    https://youtu.be/rbZPnYK8fcw

     

    Sabah

    Jeanette Georges Feghali foi uma grande cantora e atriz libanesa, considerada uma “Diva da música” no mundo árabe. Sabah lançou mais de 50 álbuns e atuou em 98 filmes, além de se consagrar no teatro libanês. Na cultura escorvanesa é indispensável lembrar-se da primeira mulher árabe que se apresentou no Olympia de Paris, no Carnegie Hallem em Nova Iorque, Sydney e Londres. Conhecida no Oriente Médio como “Imperatriz da Canção Libanesa”, lançou seu primeiro álbum com 15 anos de idade. Ela também adquiriu vários apelidos carinhosos no mundo árabe, incluindo "Shahroura" ("pássaro cantor") e "Sabbouha", um diminutivo de Sabah. Sabah carregava quatro passaportes diferentes: libanês, egípcio, jordaniano e americano.

    Marhabtain

    https://youtu.be/z5YlehMTH5Y

     

    Wadih El Safi

    Wadi Francis nasceu em Niha no Líbano e foi um cantor, compositor e ator no mundo árabe. Wadih El Safi iniciou sua jornada artística aos dezesseis anos quando participou de um concurso de canto realizado pela Rádio Libanesa e foi escolhido como vencedor de todas as categorias entre os outros 40 concorrentes. Wadi era conhecido como Sawt Lobnan Al Khaled “A Voz Imortal do Líbano” e Al I'mlak Al Loubnani “O Gigante Libanês”.

    Haida Lebnen

    https://youtu.be/vW0cRtLLj5U

    Moshe Peretz

    Moshe representa também o costume escorvanês, de origem israelense ele nasceu e foi criado em Tiberias. Por parte de pai ele tem origem judaica marroquina e pela sua mãe judaica iraquiana, iniciou no mundo da música com 13 anos de idade. Lançou seu primeiro álbum em 2005, intitulado Mabit El Hamromim que vendeu mais de 10.000 exemplares em Israel. Moshe Peretz escreve a maioria de seus materiais. Ele também escreveu para outros artistas como Sarit Hadad e Tamir Gal.

    Karamela

    https://www.youtube.com/watch?v=e7nAFbEZUcA

     

     Hotel Sultan Saraylari – Mostra do Reino de Gastón

    Na capital escorvanesa o Reino de Gastón levou um pouco da cultura ibérica aos semitas da lusofonia.

    Hotel Sultan Saraylari recebeu no sábado (23) cerca de 12 visitantes contabilizados durante exposições de Gastón.

    Cultura

    Gastón é conhecido pelo seu património cultural diversificado, tendo sido influenciado por muitas nações e povos ao longo de sua história. A cultura gastonesa tem suas origens nas culturas ibérica, celta, celtibérica, latina, visigótica, católica romana e islâmica.

    Como uma grande potência europeia no passado, gerou uma grande contribuição para a cultura mundial em diversas formas de arte, especialmente a música. Desde o fim do século XVIII até a Primeira Guerra Mundial, em 1914, Gastón era considerada a terceira capital cultural da Europa, superada apenas por Paris e Viena.

    Território

    Localização

    Situado na Europa Ocidental, o Reino de Gastón onde ocupa uma área total de 83 582 km² na Península Ibérica e, fora dela, um arquipélago (Ilha de Santa Cruz, Ilha de Groselha, Ilha Solar e Ilha Horizonte, no Oceano Atlântico). Em extensão territorial, é o vigésimo quarto país da Europa. Os limites físicos do Reino de Gastón são os seguintes: Espanha, Portugal e Oceano Atlântico a este. A norte, sul, e oeste, é banhado pelo Oceano Atlântico.

    Geografia

    Clima


    Gastón tem um clima variado ao longo do seu território. Predomina o tipo oceânico em quase toda a sua geografia. A sua costa tem um clima denominado temperado marítimo: temperaturas e precipitações bem distribuídas ao longo de todo o ano, sendo o verão bastante fresco e úmido.

    À medida que se avança para o interior, o clima é mais extremo, passando o verão a apresentar temperaturas altas; já no inverno as temperaturas são baixas com precipitações irregulares.

     Fauna e Flora

    O clima e a diversidade geográfica moldaram a flora gastonesa. As florestas apresentam: o pinheiro, o castanheiro, o sobreiro, a azinheira e o eucalipto. A fauna de mamíferos é muito variada e inclui a raposa, texugo, lince-ibérico, lobo-ibérico, cabra-selvagem (Capra pyrenaica), o gato-selvagem (Felis silvestris), a lebre, a doninha, o sacarrabos, gineta, e ocasionalmente urso-pardo, entre outros.

    Gastón tem cerca de 700 espécies de aves, entre as quais 290 nidificantes e quase todos os anos há novos registos. O Reino tem mais de 100 espécies de peixes de água doce que variam desde o bagre-gigante-europeu a pequenas espécies endémicas que vivem apenas em pequenos lagos. Algumas destas espécies raras e específicas estão altamente ameaçadas devido à perda de habitat, poluição e secas.

    As águas marinhas gastonesas são umas das mais ricas em biodiversidade do mundo. Em Gastón também é possível observar o fenômeno de ressurgência, especialmente na costa este, que torna o mar extremamente em nutrientes e biodiversidade.

    Os escorvano-gastoneses também foram presenteados com vídeos sobre seu patrimônio cultural.

    Confira os vídeos elaborados por autoridades de Gastón e Escorvânia.

     https://www.facebook.com/reinodaescorvania/videos/2076095925983607/

    https://www.facebook.com/ReinodeGaston/videos/1323948967708248/

    Contabilizamos cerca de 13 visualizações na Mostra escorvanesa em Nekane,  em ambos os países estavam autoridades da lusofonia, hispanofonia e anglofonia.

    Halwa perfumado com nozes e passas  

    1 xícara de amido de milho
    1 xícara de água
    1/2 xícara de açúcar
    1/4 xícara de melaço de uva
    1 colher de sopa de manteiga ghee ou manteiga derretida
    1 colher de sopa de água de flor de laranjeira
    Pinhões torrados (para decorar)
    pistache (para decorar)
    Passas (para decorar)

    Em uma panela antiaderente, misture o amido de milho, açúcar, melaço, água de flor de laranjeira e água. Coloque em fogo médio e continue mexendo até diluir e todos os ingredientes são derretidos e formar um líquido homogêneo. Uma vez que o líquido esquenta, ele vai começar a se aglutinarem, continue a mexer até formar uma massa. Reduza o fogo e continue mexendo e dobrando a massa em si até que seque e se torna menos brilhante. Tire fogo e deixe esfriar. Uma vez arrefecido, coloque em um processador e pulse cerca de 10-12 vezes até que fiquem do tamanho de ervilhas ou menor. Sirva com uma generosa quantidade de nozes e pistache.

    Fonte: https://jornalhussein.blogspot.com/

    Leia mais...

    PRESIDENTE DO GABINETE REAL DE GASTÓN É CONDECORADA COM MEDALHA DA SOBERANA ORDEM ESCORVANESA DOS CAVALEIROS DE JERUSALÉM

    No dia 16 de maio às 17:39 ocorreu no Palácio Rei Salomão ( Jerusalém) um evento de condecoração da Suprema Ordem Escorvanesa  dos Cavaleiros de Jerusalém.

    Sua Graça Baronesa de Torres e Presidente do Gabinete Real de Gastón (Irina Sopas) recebeu a Medalha de Grau II na Soberana Ordem, passando a ser reconhecida como Dama da Estrela de David.

    Cerca de 14 visualizações foram computadas neste evento, incluindo autoridades intermicronacionais da lusofonia e hispanofonia que são representantes de seus países no Reino Semita.

    Segue documento: http://arquivodaescorvania.blogspot.com.br/2018/05/registro-n-soecj-012018-irina-sopas.html

    “Fico felicíssima pela honraria”  S.G Irina Sopas

    Sua Graça Irina é também responsável pelos assuntos Intermicronacionais da anglofonia para o setor lusófono, sendo embaixadora do Reino de Gastón na Escorvânia.

    O Reino de Gastón é membro observador na UNAM (União das Nações Americanas) e forte aliado escorvanês.

    Segue documento: http://arquivodaescorvania.blogspot.com.br/2018/05/decreto-real-032018-cerimonial-militar.html

    No mesmo dia também ocorreu uma elevação de patente nas Forças de Segurança e Militar da Escorvânia, o militar Osama Al Hatay passou para a patente de Sargento, o cerimonial militar ocorreu no Palácio Militar de Assurbanípal em Belen.

    Fonte: http://jornalhussein.blogspot.pt/

    Leia mais...

    ELEIÇÕES - ESCORVÂNIA ELEGE NOVO PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA E PRIMEIRA-MINISTRA

    No dia 16 de maio às 16:08 os parlamentares estiveram na Solenidade de diplomação e juramento (Palácio Abdulhadi), com presença especial de Sua Majestade o Kfah Abbas I e os parlamentares eleitos pelo povo para a 6ª Legislatura.

    O Soberano da Escorvânia, Abbas I, em seu discurso a assembleia, expressou que:

    “ Congratulo cada parlamentar eleito nesta 6ª Legislatura, e deixo uma mensagem para o Harakat Watania e Harakat Dimuqratiun, vamos trabalhar para o povo da Escorvânia, o reino das oportunidades e farol da fraternidade na lusofonia.”

    No dia 20 foi anunciado aos escorvaneses o novo Presidente da Assembleia Nacional e no dia 23 a Primeira-Ministra do país.PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA NACIONAL E PRIMEIRA-MINISTRA

    O Parlamento esteve reunido do dia 16 de maio até o dia 20 com objetivos de eleger o Presidente da Casa que deveria abrir os trabalhos na 1 º sessão ordinária da 6ª Legislatura.

    Candidatou-se ao cargo o Cabo Osama representando o Harakat Watania ( MP) e Abdallah Al Hussein do Harakat Dimuqratiun.

    Segue resultado:

    ABDALLAH AL HUSSEIN – 3 VOTOS

    CABO OSAMA – 1 VOTO

    Harakat Dimuqratiun ocupa os trabalhos do legislativo nacional nesta 6ª Legislatura, com vitória de Abdallah Al Hussein.

    Para representação do Executivo nacional o Harakat Dimuqratiun indicou Abdallah Al Hussein, e sua concorrente foi Alya Al Feres do Watania.

    Segue resultado:

    ALYA AL FERES – 2 VOTOS

    ABDALLAH AL HUSSEIN – 1 VOTO

    AUSENTE – CABO OSAMA

    Harakat Dimuqratiun e Harakat Watania estiveram em reunião (Hotel Sultan Saraylari) no dia 17 de maio com objetivos de apoiarem suas candidaturas e realizarem mandatos de cooperação em favor do povo escorvanês.

    “Os principais movimentos da Escorvânia, diante dos atuais cenários da geopolítica, resolveram unir forças em prol do povo escorvanês, logo, todos saem ganhando nesta união  nacional.” Hafez Issa Al Feres – Parlamentar do Harakat Dimuqratiun

    “ O Harakat Watania esteve com os lideres do Harakat Dimuqratiun,  após longas negociações e para o beneficio do farol da fraternidade e humanidade na lusofonia tentaremos trabalhar em coalizão.” Parlamentar Cabo Osama – Harakat Watania

    Sua Excelência Alya Al Feres esteve no Governo provisório em julho de 2016 e foi eleita primeira-ministra em janeiro de 2017.

    “ Conseguimos o apoio do Harakat Dimuqratiun para realizar um mandato de união e cooperação em todos os setores do país, tenho experiência e confiança da sociedade escorvanesa. Representar no Executivo o amado reino escorvanês é uma missão importante, pois o país é exemplo de diplomacia e fraternidade na lusofonia.” Alya Al Feres (Primeira-Ministra)         

    Sua Alteza Alya Al Feres foi a primeira mulher no cargo mais alto do Palácio Ismail e hoje é a personagem feminina mais importante no oriente sendo filha do monarca do Barin e líder do Harakat Watania.

    Fonte: http://jornalhussein.blogspot.pt/

    Leia mais...

    MONTE LÍBANO FC É CAMPEÃO DA COPA ESCORVANESA

    O Campeão da Copa Ishkur (Copa Nacional) foi o Monte Líbano FC que finalizou com chave de ouro sua campanha e mostrou ser o maior Clube de Futebol do Oriente.

    No dia 14 de março iniciou os jogos da primeira Copa de Futebol da Ásia, o Monte Líbano FC enfrentava em Casa ( Estádio Nova Beirute) o time do Emirado da Jordânia e Damanistão (FC Dammam).

    Os escorvaneses lotaram o Estádio em Beirute na Governadoria do Líbano, o público pagante foi de 12.794 com 5 gols do Monte Líbano FC e 2 do FC Dammam.

    Dados da Copa Ishkur

    Segundo jogo – Monte Líbano FC e FC Buraidah

    Data: 17/03/2018

    Público pagante: 10 794

    Local: Estádio Buraidah – Província  de Latakia

    Monte Líbano FC 2 x 0 FC Buraidah

    Terceiro Jogo – Monte Líbano FC e Sporting Jeddah

    Data: 20/03/2018

    Público pagante: 6 543

    Local: Estádio Nova Beirute – Governadoria do Líbano

    Monte Líbano FC 3 x 1 Sporting Jeddah

    Sétimo Jogo – Monte Líbano FC e FC Medina

    Data:01/04/2018

    Local: Estádio Medina – Cidade de Medina

    Público pagante: 9 794

    Monte Líbano FC 4 x 2  FC Medina

    Décimo e terceiro jogo – Monte Líbano FC e City Mecca

    Data: 19/04/2018

    Local: Estádio Mecca – Cidade de Mecca

    Público pagante: 9 594

    Monte Líbano FC 4 x 1 City Mecca

    Décimo e quinto jogo – Monte Líbano FC e United Mecca

    Data: 25/04/2018

    Local: Estádio Hada ash Sham

    Público pagante: 9 594

    Monte Líbano FC 6 x 1 United Mecca

    Penúltimo jogo – Monte Líbano FC e Sporting Buraidah

    Data: 01/05/2018

    Local: Estádio Sporting Buraidah – Emirado da Jordânia e Damanistão

    Público pagante: 9 594

    Monte Líbano FC 1 x 1 Sporting Buraidah

    Final da Copa Ishkur

    O último jogo do Monte Líbano FC foi em Casa contra o time de Dubai ( Emirates FC), Clube fundado pelo Príncipe Kléber do Brazil.

    Os dois Clubes jogaram uma ótima final no dia 4 de maio, apesar do empate (1 x 1 ) os 6.304 escorvaneses presentes estavam satisfeitos com aquele final histórico que fez valer toda a campanha do Monte Líbano FC.

    Campanha do Monte Líbano FC

    Jogos: 18

    Gols: 52

    Gols sofridos: 25

    Vitórias: 13

    Derrotas: 1

    Empate: 4

    Pontos: 43

    Fundador: Abbas Hamurabi Al Feres

    Bola de Ouro e Luva de Ouro

    O jogador que recebeu “Bola de Ouro” no campeonato foi  Nasser Al-Harbi, nascido em 13 de março do ano de 1993. Al-Harbi é Ponta de Lança e marcou12 gols para o Monte Líbano FC.

    O melhor goleiro do campeonato foi Elishay Levita que recebeu “ Luva de Ouro”, Levita participou de 13 jogos pelo Monte Líbano FC.Moradores de Raiab, cidade de Al-Harbi ficaram felizes em terem um jogador famoso na localidade, o salário do atleta é de R$ 2,700 Ryais.

    O escudo do Clube ( Monte Líbano FC) tem em seu centro o Cedro do Líbano e teve colaboração de Irina Sopas uma empresária do Reino de Gastón.   O goleiro é de Haifa que fica na Governadoria de Israel, Levita recebe um salário de R$ 2,000 Ryais.

    Fonte: http://jornalhussein.blogspot.pt/

    Leia mais...

    ESCORVÂNIA E GASTÓN – RECEBEM CIDADÃOS DE ANGOLA, PORTUGAL, ITÁLIA E COLÔMBIA

    Acordo Cidadão entre o Reino Semita da Escorvânia e o Reino de Gastón

    No dia 12 de Janeiro do ano de 2018 foi assinado o ACORDO CIDADÃO ENTRE O REINO SEMITA DA ESCORVÂNIA E O REINO DE GASTÓN RELATIVO À SUPRESSÃO DOS CONTROLES NAS FRONTEIRAS (http://escorvaniagov.wixsite.com/escorvania/arquivo-nacional-), logo após vários esforços foram realizados entre o governo de Gastón e Escorvânia, provando que relações entre anglofonia e lusofonia podem ser proveitosas e que estes dois países levam o hobby com seriedade.

    Câmara do Comércio Escorvano-Gastonesa

    Em Dubai ( Reino da Escorvânia)  no mesmo mês em que assinaram o Acordo Cidadão os empresários Escorvano-gastoneses fundaram a Câmara do Comércio Escorvano-Gastonesa (http://stock.reinodegaston.com/cceg/) que tem como objetivo principal fomentar o estreitamento dos laços comerciais entre a Escorvânia e Gastón, contribuindo para a geração efetiva de negócios entre empresas e empresários escorvaneses e gastoneses.

    Escorvaneses recebem cidadania gastonesa     No dia 29 de janeiro o Gabinete do Grão-Vizir Suleyman Al Husseinapresentou ao governo de Gastón os dados e registros de empresas ativas na Escorvânia, este trabalho contou com ajuda do Ministério da Economia.

    De Nekane ( Capital de Gastón) Piedade Sopas que é Ministra do Interior no país ibérico assinou o Decreto MI – de 14 de fevereiro de 2018 que conferiu cidadania aos escorvaneses ativos (http://diario.reinodegaston.com/dorg-no-0004mi/).

    Gastoneses recebem cidadania escorvanesa

    No dia 15 de abril Sua Majestade o Kfah Abbas I assinou o Decreto Real – 003/2018em Belen ( Capital da Escorvânia) que conferiu cidadania aos gastoneses e fez valer o Acordo assinado em 12 de janeiro (http://arquivodaescorvania.blogspot.com.br/2018/04/decreto-real-0032018-cidadania.html).

    Presença escorvanesa em Gastón

    Os escorvaneses de cidadania macro brasileira marcam sua presença no país anglófono em várias regiões de Gastón.

    Segue informações elaboradas pela JEC – Jerusalém Eventos e Consultoria do dia 19 de março do ano de 2018.

    Lisardo é a segunda região com maior presença escorvanesa, segundo dados do governo gastonês o local é rico em negócios.

    Presença gastonesa em Escorvânia“O Condado é um dos centros científicos, econômicos e governamentais de Gastón. Tem sua atenção voltada para negociações, bancos, indústrias e navegação. É também um importante centro para a indústria marítima e tratados marítimos na Europa. A sua capital é o “lar” de muitas empresas voltadas para o setor marítimo, algumas delas sendo umas das maiores do mundo”. Governo de Gastón

    Foram cerca de 15 cidadanias gastonesas para escorvaneses e 17 cidadanias escorvanesas para gastoneses (http://arquivodaescorvania.blogspot.com.br/2018/04/decreto-real-0032018-cidadania.html), somando até o momento 32 cidadanias escorvano-gastonesas.Os gastoneses são de várias nacionalidades macro, dentre elasangolana, italiana, brasileira, portuguesa e colombiana. Como de costume escorvanês todos receberam um clã e nome de origem árabe ou israelense.

    Seguem informações elaboradas pela JEC – Jerusalém Eventos e Consultoria do dia 27 de abril do ano de 2018. 

    Na Região Central da Escorvânia conhecida como Hatay é onde os gastoneses estão em maior número.

    “Raiab foi fundada em 24 de junho do ano de 2015, é uma cidade futurista, rica em educação e oportunidades”. S.A Alya Al Feres Prefeita de RaiabOs gastoneses de origem macro italiana, angolana, portuguesa, colombiana e brasileira fixaram residência na Cidade de Raiab.

    “Raiab era conhecida pelo Império Otomano como Süveydiye”. Presidente do Conselho Regional da Cidade -Abdallah Al Hussein

    O Reino Semita da Escorvânia possui boas relações com micronações dahispanofonia também, vale lembrar do Tratado assinado com o Império de Akramah, projeto localizado macro no Panamá.

    Com estes avanços e atividades entre Gastón que é representante daanglofonia e região europeia, bem como da Escorvânia um projeto semita e representante legitimo do orientalismo na lusofonia, nós temos certeza que ambos os povos são beneficiados.

    Fonte: http://jornalhussein.blogspot.pt/

    Leia mais...