No dia 10 de janeiro Sua Majestade Real o Kfah Abbas I e Sua Excelência o Grão-Vizir Suleyman Al Hussein viajaram para Nekane no Reino de Gastón, com objetivo de firmarem algo histórico para o Oriente. O encontro ocorreu no Palácio Sapere com a presença de Sua Excelência Irina Sopas que é presidente do Gabinete Real e representante do Governo de Gastón. Foram 2 dias para concluírem os pontos diplomáticos de cada parte envolvida, e no dia 12 de janeiro foi assinado o “ACORDO CIDADÃO ENTRE O REINO SEMITA DA ESCORVÂNIA E O REINO DE GASTÓN”.

 

O Jornal Al Hussein vai trazer um pouco dos benefícios deste Acordo na vida do povo de Gastón e Escorvânia.

Art. 2.º especifica quem terá direito a dupla cidadania, no caso os beneficiados são aqueles que nasceram em solo escorvanês ou gastonês, tiver ascendência direta de escorvanês ou gastonês ou aqueles que adquirirem cidadania de Gastón ou Escorvânia.

Titulo III do Acordo é sobre a livre circulação de pessoas, confira:

TÍTULO II – A LIVRE CIRCULAÇÃO

Art. 3.º A livre circulação dos cidadãos com dupla nacionalidade fica assegurada no Reino de Gastón e no Reino Semita da Escorvânia.

Art. 4.º A livre circulação dos cidadãos implica a abolição de toda e qualquer discriminação em razão da raça ou credo entre os trabalhadores das micronações, no que diz respeito ao emprego, à remuneração e demais condições de trabalho.

Art. 5.º A livre circulação dos cidadãos compreende, sem prejuízo das limitações justificadas por razões de ordem pública, segurança pública e saúde pública, o direito de: I – responder a ofertas de emprego efetivamente feitas;

 II – deslocar-se livremente, para o efeito, no território das partes;

III – residir numa das micronações a fim de nele exercer uma atividade laboral, em conformidade com as disposições legislativas, regulamentares e administrativas que regem o emprego dos trabalhadores;

IV – permanecer no território depois de nele ter exercido uma atividade laboral, com direito a moradia;

V – o disposto no presente artigo é aplicável aos empregos na administração pública.

O escovano-gastonês poderá conferir o teor do Acordo no site oficial da Escorvânia.

O Reino de Gastón também trabalha em um projeto jornalístico que leva noticia micro e macro, além de ter o Escorvânia Press – A Voz do Oriente.

“ Gastón representa o ocidente, nós da Escorvânia respeitamos profundamente projetos europeus. Este Acordo é benéfico aos micronacionalistas de Gastón e Escorvânia, o ano de 2018 já começou positivo na Economia, educação e diplomacia.” SMR ABBAS I.

 Fonte: http://jornalhussein.blogspot.pt/

Comentários

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *