Após ter recebido o contacto de Sua Majestade Pedro Affonso Vilhega, soberano de Santa Cruz e constatar que o Reino é uma micronação idônea, organizada, e visto que preenche todos os requisitos estabelecidos no Decreto N. 01 de Outubro de 2012 que regula a Política Diplomática de Gastón (PDG), Irina Sopas, a presidente o Gabinete Real oficializou no dia 20 de Março do corrente ano, por meio do Grupo do Yahoo do Reino de Santa Cruz  o interesse de Gastón em estabelecer Relações Diplomáticas com Santa Cruz, seguindo assim com o reconhecimento diplomático de ambas as micronações, a abertura de embaixadas correspondentes e quem sabe estabelecer um Tratado Diplomático.

O Reconhecimento por parte de Gastón deu-se em 23 de Março numa divulgação em seu Diário Oficial. Em 5 artigos do Decreto GR 2R de 23/03/2013, Gastón reconheceu o Reino de Santa Cruz como micronação soberana e Estado legalmente independente, o seu território, o povo, o sistema de governo, o seu Rei e Soberano S.M. PEDRO I, assim como reconheceu os símbolos nacionais do Reino de Santa Cruz, que incluem a Bandeira do Reino, o Brasão do Rei, o Brasão do Príncipe, Selo Real e Brasão do Cardeal. Na mesma data o Reino de Santa Cruz publicava na sua lista do Yahoo o Reconhecimento do Reino de Gastón. Leia mais aqui.

Comentários

comentários